domingo, 9 de setembro de 2007

HARMONIZAÇÃO CHOCOLATE E VINHO


Prawer e Miolo realizam oficina de degustação no 1º Festival Internacional de Gastronomia, Vinhos e Espumantes de Gramado

A nutricionista Vera Lisboa, de Porto Alegre, e o enólogo da Miolo, Tiago B. Belloli, apresentam “Harmonização de Chocolate e Vinho” no 1º Festival Internacional de Gastronomia, Vinhos e Espumantes de Gramado. As possíveis e ótimas harmonizações que podem ser feitas entre chocolates e vinhos e os importantes ganhos nutricionais desses dois alimentos que fazem bem à saúde.


Harmonização 1
Chocolate: Prawer Dark (chocolate amargo, com 70% de cacau).
O chocolate Prawer Dark foi lançado, em 2001, com a maior quantidade de cacau em relação aos produtos similares no mercado. Com 70% de cacau, hoje está entre os chocolates amargos que viraram tendência e fazem a delícia dos gourmets. O Prawer Dark não tem adição de leite e pode ser consumido também por pessoas com intolerância à lactose.
Vinho: Quinta do Seival Cabernet Sauvignon - Campanha Gaúcha.
Apresenta alta intensidade de cor com tonalidades de vermelho rubi e púrpura. Aroma frutado ressaltando frutas vermelhas maduras, como o cassis, integradas com o carvalho. Bem estruturado com taninos elegantes, macios e adocicados, deixando uma sensação aveludada no final. Harmoniza bem com carnes vermelhas, caças, grelhados em geral e massas com molhos vermelhos. Serviço 16°C.

Harmonização 2
Chocolate: Tabletinho de Especiarias.
Lançado em 2003, o tabletinho de especiarias é uma explosão de aromas e sabores. Elaborado com chocolate meio-amargo e um blend de cravo, canela, noz moscada, pimenta malagueta e Nibs de Cacau Prawer (pedaços da amêndoa do cacau coberto com chocolate meio-amargo).
Vinho: Terranova Cabernet Sauvignon/Shiraz - Vale do São Francisco/BA.
Vinho de coloração vermelho-rubi, apresenta alta intensidade aromática harmonizando os aromas varietais com os aromas de envelhecimento em carvalho lembrando especiarias como cravo e canela e frutas negras. Na boca tem boa estrutura, com taninos presentes e persistentes e acidez equilibrada. Harmoniza com carnes de caça, cordeiro, carnes assadas em ervas ou especiarias ou cozidos com molhos herbáceos e untuosos, com queijos defumados e massas. Serviço entre 15 e 18°C.

Harmonização 3
Chocolate: Bombom Don Jayme.
Lançado em 2006 depois de testes realizados na Prawer que revelaram a combinação sublime do vinho licoroso (Vinho do Porto) com o chocolate. Submetido à prova de degustação das confreiras da Confraria do Chocolate, de Gramado, o bombom tem recheio cremoso com sabor de Vinho do Porto e ganhou roupagem nobre com assinatura em ouro comestível e cápsula de chocolate meio-amargo, a preferida do grupo.
Vinho: Osborne Porto Tawny - Douro/Portugal
Visual: de coloração vermelho-alaranjado, brilhante e com boa lágrima.
Nariz: ligeiramente envelhecido (quatro anos em barris de carvalho), o que promove aromas secundários bem desenvolvidos.
Boca: Vinho doce e muito equilibrado.
Consumo: como aperitivo ou para acompanhar sobremesas.
Temperatura ideal entre 15 e 17°C, mas é perfeito também refrescado entre 8 e 12°C.

As características e ganhos nutricionais da harmonização entre CHOCOLATE e VINHOS
Por VERA LISBOA - NUTRICIONISTA (CRN-4185)
RUA DONA LAURA, 354 / cj 406 / MOINHOS DE VENTO / FONE: 51 3023-4334 / PORTO ALEGRE

Prazer e saúde: combinação perfeita ao consumir chocolate (principalmente com
70 % de cacau) e vinho tinto.

Benefícios do chocolate:
Rico em flavonóides, antioxidantes, epicatequinas e catequinas. Efeitos: reduzem a atividade oxidante, diminuem o mau colesterol - ldl, e reduzem o risco de trombose;
Rico em triptofano: aminoácido essencial – melhora produção de serotonina – aumenta sensação de prazer e bem estar.
Dados científicos demonstram que o consumo de 40g de chocolate amargo de 1 à 3 x por semana aumentam o efeito cardioprotetor em humanos.

Especiarias do tablete:
Canela: excitante natural, melhora e aumenta a libido, melhora concentração.
Cravo: excelente para saúde bucal
Cardamomo: aromatizador, alivia a má digestão.
Pimenta: estimula e acelera naturalmente o metabolismo,  excelente atividade vasodilatadora, melhora concentração sanguínea.

Vinho e chocolate amargo fazem parte da dieta do mediterrâneo, sendo seu consumo regular perfeitos para aumentar a longevidade!!!!!

O consumo regular de vinho tinto, atestado por estudos científicos, comprova que sua ação antioxidante se deve ao teor de polifenóis que trazem inúmeros benefícios a saúde.

Benefícios do vinho tinto:
Inibir a formação de plaquetas nas paredes das artérias
Reduzir a oxidação celular (inibem a liberação de novos radicais livres de oxigênio, que aceleram o processo de envelhecimento)
Inibir a formação do colesterol ldl (mau colesterol)
As substâncias benéficas do vinho (resveratrol, antocianinas e quercitinas), agem até 24 horas após ter sido ingerido.

Vinho tinto é excelente combinação com chocolate amargo, pois sua ação é potencializada (favorece a absorção dos polifenóis).
Já ao consumir alimentos com vinho tinto a ação do etanol é reduzida.
                                  

Nenhum comentário:

Postar um comentário