VISITA À FÁBRICA

A Prawer é a fábrica pioneira de Gramado que proporciona ao turista uma parada para compras com visita de lazer e cultura através do mundo do chocolate. Junto a loja, o turista assiste a um video que conta um pouco da história do Cacau e do Chocolate.  
Na área de produção dentro da fábrica, o turista entra com touca protetora para os cabelos e sente o aroma do chocolate e assiste ao trabalho dos artesãos – tudo feito manualmente, como a pintura dos detalhes nos chocolates de Páscoa – que elaboram o produto. A visita é conduzida por uma recepcionista da Prawer, que vai dando todas as informações sobre as etapas de produção deste fino chocolate artesanal e, por fim, a esperada degustação.
A Prawer elabora o mais fino chocolate artesanal da Serra Gaúcha, com pesquisa para o desenvolvimento de produtos no exterior, em especial nos países de grande expressão em chocolate artesanal como França, Suíça e Bélgica e outros.
  
SERVIÇO
Visita à fábrica de Chocolates Prawer
Avenida das Hortênsias, 4100 - Tel: (54) 3286.1580 - Fábrica e Loja - Gramado - RS.
De segundas a sextas-feiras, das 9hs às 11:30hs e das 14hs às 16:00hs. Fins de semana e feriados, apenas loja da fábrica.
Não é necessário agendar horário. A visita é gratuita e pode ser feita por apenas uma pessoa ou em grupo de no máximo 20 pessoas por vez. A visita tem duração de 10 minutos em média,com degustação de um  produto Prawer.


 

6 comentários:

  1. Passei o Natal 2013 no Gramado com a familia onde visitei a Fábrica a e lojas da PRAWER,
    chocolate é muito bom,, diferencia de qqer marcas ou produtos daqui de SP. UMA DELICIA..

    ResponderExcluir
  2. Show de Bola... Fui hoje... visitei e adquiri vários produtos... choco INCRIVEL

    ResponderExcluir
  3. Show de Bola... Fui hoje... visitei e adquiri vários produtos... choco INCRIVEL

    ResponderExcluir
  4. Show de Bola... Fui hoje... visitei e adquiri vários produtos... choco INCRIVEL

    ResponderExcluir
  5. Sem comentários para a qualidade da Prawer. Chocolate é isso... Não tem nada a ver com o que estamos acostumados a comprar em caixas nos supermercados.

    ResponderExcluir